Projeto “Zabumba Lá” revive em Campina Grande atmosfera dos programas radiofônicos de auditório

Projeto “Zabumba Lá” revive em Campina Grande atmosfera dos programas radiofônicos de auditório
19 de maio de 2022


Muitos artistas participaram da chamada “Era de Ouro” do rádio em Campina Grande. Gente como Rosil Cavalcante e Jackson do Pandeiro, por exemplo, eternizaram esse período tão efervescente e pródigo em talentos, especialmente com apresentações na Rádio Borborema, cuja animação do auditório é comentada até hoje. Agora, essa atmosfera volta a tomar conta da cidade, com a segunda edição do projeto “Zabumba Lá”, que pretende fazer uma reprodução memorial desses programas radiofônicos, partindo de uma homenagem aos artistas locais.
“O Zabumba Lá” será composto por quatro programas, realizados no Teatro Municipal Severino Cabral. A primeira noite do evento ocorre nesta sexta-feira (20), às 19h, tendo como tema Biliu de Campina. Já no dia 27 deste mês, a homenageada é Marinês, a “Rainha do Xaxado”. No dia 8 de junho, o roteiro estará focado em Diomedes, “O Dedo de Ouro”. E, em 14 de junho, o último homenageado é Parafuso, dos “3 do Nordeste”. Todos os eventos têm entrada franca, sendo necessário apenas retirar o ingresso clicando aqui.
Cada laureado também ganhará uma mostra temática no hall do Teatro. No palco do Severino Cabral acontecerão as apresentações e os programas terão três blocos, evidenciando a vida e a obra do artista que norteará a oportunidade.
A iniciativa é efetuada pela Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), por meio da Secretaria de Cultura (SECULT) e conta com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura (PROCULT) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP). As atividades serão presenciais, mas igualmente disporão de transmissão online, via canais da Prefeitura.
Forró e coco sincopado
Entre os que se apresentarão nessa primeira noite do “Zabumbá Lá”, destacando o gênio de Biliu de Campina, figuram Tom Oliveira, Amazan, Gitana Pimentel, Luizinho Calixto e Adília Uchôa. A ocasião promete muito forró e coco sincopado, bem como a exibição de elementos documentais, incluindo depoimentos e filmagens no sítio onde Biliu nasceu, Volta dos Paus Brancos, situado entre Queimadas, Campina Grande e Caturité.
A assessoria do evento ressaltou que Biliu não apenas será homenageado, como também está participando ativamente da produção. “Eu amo cultura e adoro Campina Grande. Agradeço demais a lembrança artística e espero ver muita gente querida no Teatro, na noite do Zambumba Lá”, comentou ele.
Mais sobre o “Zabumbá Lá”
O projeto foi idealizado pela secretária de Cultura da PMCG, Giseli Sampaio, e tem como coordenadora a docente da UEPB, Goretti Sampaio. A atividade surgiu com base em outro programa, realizado pela UEPB, o “Gente Nossa”, editado pela professora Goretti.
“O Zabumba Lá é um programa de caráter cultural, documental e educativo, feito a partir da perspectiva de enaltecer os artistas que cantam a cultura popular musical na cidade, sempre em referência aos programas radiofônicos de auditório. São shows-homenagens, que abrangem suas historiografias”, detalhou Goretti.
Em 2021, efetivada como um projeto-piloto, a iniciativa mostrou potencial multimídia, devido à procura do público, pela internet. O mesmo formato foi executado, mas apenas em lives, trazendo outros grandes nomes do rádio, na cidade: Zé Bezerra, Zé Lagoa (Rosil Cavalcante), Seu Vavá (Genival Lacerda) e Cabeção (Joacir Oliveira). Coube à UEPB proceder com a transmissão, que está disponível no canal da Prefeitura.
 
Texto: Oziella Inocêncio